TECLAS SOLTAS

As notas soltas correm esquinas, desvairadas, roubam o que tantos teimavam em ouvir, as notas cruas fogem da pauta, desafinadas transpiram por olhos alheios, respiram por anos, os sons se confundem com os sons que se imagina e os sons das ruas, uma interferência que transcreve alguma sinfonia urbana, da janela eu vejo tudo acontecer nos semáforos vermelhos, mas sobre isso eu não ouso dizer, pois algumas notas... algumas notas só calam.

2 comentários:

binha disse...

eu me abstenho...dessa aí eu me abstenho!rsrs...
claro que é ciúmes...rs

Charles Cabral disse...

O mundo vai acabar em 2012