cartaz dia 8

- “Ae bródi! Póde dar uma colaboração?”

- Putz cara, não tenho nada

- “Pó! Vai esperar eu repetir pela segunda vez?”

- Repetir o quê?

- “Ae bródi! Eu to endiabrado, num tenho medo de voltar pra cadeia”

- ...

- “não tem uma colaboração aí?”

- Tenho nada não

- “porra bródi! Tu é corajoso! Vou ter q repeti pela terceira vez?”

- Mas eu não tenho nada

- “Mano! To com o diabo no corpo! Eu gosto de ver sangue!

Sangue quente! Posso fazer que nem fiz ontem, cortei aqui no meio!

Posso beber teu sangue de canudinho! Não tenho medo de ser preso! Vou hoje e saio amanhã bródi”

- Hahahaha

- “porra bródi, não duvida de mim não,

eu não tenho medo de cortar no meio não, to com o diabo no corpo, to endiabrado, to ficando nervoso”

- Ta aqui ó, to essas moedas do ônibus, é o q eu tenho

- “não duvida de mim não, tenho capeta no corpo, de canudinho, de canudinho...”

As vezes algumas coisas assim te faz perder a condução pra casa...

Um comentário:

Álex A. disse...

que puxa!

ande com água benta na mochila, em casos como este sempre resolve!

um beijo. dois abraços.